PARANÁ

24/03/2020

Apoio à agricultura familiar e programas sociais não param

Apoio à agricultura familiar e programas sociais não param(24/03/2020) As mudanças de atitude da sociedade provocadas pelo novo coronavírus não paralisaram as atividades de associações de produtores rurais, responsáveis pela alimentação, sobretudo de famílias mais carentes. O comprometimento também mantém em atividade centenas de servidores estaduais que ajudam na tarefa de forma presencial ou em teletrabalho.

Em Paranaguá, funcionários da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná Iapar-Emater, da Secretaria de Estado da Educação, em parceria com a prefeitura e associação de produtores, continuam distribuindo alimentos para beneficiários de programas sociais e necessitados.

“Foi importante o Estado ter mantido o compromisso de comprar a produção da agricultura familiar, que a princípio seria para a merenda escolar, e redirecionar para quem está precisando” disse o chefe do Núcleo da Secretaria da Agricultura em Paranaguá, Maurício Lunardon.

“A pandemia trouxe uma realidade nova e essa ação ajuda quem produz e também as famílias carentes, garantindo alimentação de qualidade e alento nessa hora tão difícil e de tanto medo.”

Lunardon destacou também o trabalho importante feito pela prefeitura de Paranaguá, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca, e pela Secretaria de Estado da Educação.

 “Nós, do Núcleo Regional de Educação de Paranaguá, estamos empenhados em realizar a distribuição da agricultura familiar e da merenda escolar para todas as crianças que necessitam na complementação de sua alimentação diária”, disse a chefe do núcleo, Clarisse Ubessi.

“Estamos fazendo uma força tarefa, junto aos professores e demais profissionais, e contamos com a ajuda de voluntários para atingir a maior quantidade possível de famílias inscritas nos programa Leite das Crianças e Bolsa Família.”

COMPROMETIMENTO - O extensionista do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná lotado em Paranaguá, Antonio Carlos Gerva, destacou que a entrega desta semana foi possível graças ao comprometimento da Associação dos Produtores Rurais do Município de Paranaguá (Aprumpar).

Ele explicou que assim que o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara, publicou que não haveria descontinuidade das entregas, a informação foi repassada à diretoria da associação.

Parte das ações foi feita por teletrabalho, uma forma de proteger pessoas com maior riscos da pandemia. “Desde que houve o recesso nas escolas estamos em contato diário com a diretoria da associação por meio do WhatsApp, Facebook, e-mail e telefone”, disse Gerva.

RENDA - A Aprumpar é formada por 58 associados da agricultura familiar e dez agroindústrias. “Para nós, agricultores, a continuidade dos trabalhos é muito importante, pois a gente já estava programada para entregar nos projetos do Estado e municipal”, disse o presidente da associação, Darci Pereira Liriano.

Segundo ele, muitos agricultores têm nessa atividade a única fonte de renda e ficaram satisfeitos quando o governo anunciou que não haveria paralisação da atividade.

Imediatamente, ele convocou reunião com os associados e entrou em contato com os órgãos públicos do Estado e município. “Isso permitiu que a gente fizesse certinho as entregas porque sempre tem gente nas escolas, chega rapidinho, descarrega e deu tudo certo”, afirmou.


Agência de Notícias do Paraná.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.