IAPAR

04/04/2017

Gestão on-line de máquinas, colheitadeira para feijão e raça Purunã são atrações do IAPAR na Expo

expolondrina 2017(04/04/2017) Além de seu estande institucional, o IAPAR está presente no Parque Ney Braga com a apresentação de tecnologias na Via Rural, expondo a raça Purunã no Pavilhão Euzébio Menezes e participação em diversos eventos da ExpoLondrina 2017.

Gestão on-line de máquinas e equipamentos, adaptação em plataforma de colheitadeira para uso em lavouras de feijão, tecnologia para produção de café estão entre as principais atrações do IAPAR na feira este ano.

MÁQUINAS – O Sigma, ou “sistema de gestão de máquinas agrícolas”, vem sendo desenvolvido em parceria com a Agropixel, empresa de tecnologia de informação voltada à agropecuária que tem sede em Londrina (PR).

É uma aplicação que permite, por meio de softwares com acesso pela internet e aplicativos móveis, obter indicadores e fazer a gestão econômica e operacional de máquinas agrícolas em cada cultura e a cada safra.

O objetivo do Sigma é auxiliar o produtor no planejamento da propriedade, já que permite saber se as operações realizadas estão cobrindo o investimento realizado em máquinas. A ferramenta pode ser acessada gratuitamente em www.sigma.agropixel.com.br.

Também no estande, o Iapar apresenta uma adaptação para plataformas de colheitadeiras desenvolvida em parceria com a empresa Incomak, de Jandaia do Sul (PR). A inovação atende uma antiga demanda dos produtores – colher feijão com o mesmo equipamento utilizado nas lavouras de soja e trigo.

PURUNÃ – Em exposição no Pavilhão Euzébio Menezes, a raça Purunã foi desenvolvida em mais de 30 anos de cruzamentos dirigidos envolvendo animais Charolês, Aberdeen Angus, Caracu e Canchim.

Os pesquisadores do Iapar explicam que Purunã agrega os melhores atributos de cada raça formadora. Charolês contribuiu com a velocidade de ganho de peso, grande rendimento de carcaça e elevado porcentual de carnes nobres. Angus deu precocidade, tamanho adulto moderado e temperamento dócil, além de carne macia e com alta qualidade de marmoreio. Caracu e Canchim transmitiram rusticidade, tolerância ao calor e resistência aos parasitas.

As vacas Purunã ainda se destacam pela habilidade materna e boa produção de leite, características herdadas de Caracu e Angus.

CAFÉ – Na Via Rural, o IAPAR participa com a apresentação de cultivares de café, suas características e adaptação às diferentes regiões produtoras do Paraná, juntamente com orientações técnicas para o plantio e condução de lavouras com alta produtividade e rentabilidade. Ainda nesta área são ministradas oficinas que ensinam como reconhecer grãos de qualidade e preparar um bom cafezinho.

MARACUJÁ – Os pesquisadores de fruticultura apresentam orientações sobre o novo modelo de produção de maracujá recomendado para o Paraná, estratégia para enfrentar o vírus do endurecimento dos frutos, doença que pode comprometer totalmente a produção.

A chave do novo modelo é a utilização de mudas maiores, com cerca de um metro, que devem ser produzidas em ambiente protegido (telado) para evitar a presença dos pulgões e a consequente contaminação pelo vírus. Os técnicos ensinam como produzir essas mudas.

OUTRAS ATRAÇÕES – Estratégias para manejo e conservação do solo, manejo integrado de pragas na cultura de milho e uma discussão sobre qualidade da carne na pecuária de corte são outras atrações do IAPAR na Via Rural.

HACKATHON – Pesquisadores do IAPAR também estarão presentes no Hackathon Smart Agro Expo Londrina 2017, que acontecerá de 7 a 9 de abril.

Trata-se de uma maratona que reúne hackers, programadores, desenvolvedores e inventores para criar projetos que transformem informações de interesse público em soluções digitais para o agronegócio.


Serviço de Imprensa do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR)
Edmilson Gonçales Liberal (MTb 4782/PR)
Tel: 43 3376-2465 | 999-948-465 | Correio eletrônico: imprensa@iapar.br


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.