PARANÁ

13/03/2017

Lideranças de Paranavaí iniciam movimento por Parque Tecnológico

Lideranças de Paranavaí iniciam movimento por Parque Tecnológico(13/03/2017) A proposta de implantação de um Parque Tecnológico de Agroinovação, focado em mandiocultura e citricultura, apresentada pelo Instituto Agronômico do Paraná nesta sexta feira (10) em reunião no Sindicato Rural de Paranavaí, recebeu apoio unânime de representantes das principais instituições públicas, privadas e acadêmicas da cidade e região.

“Nosso prefeito, Delegado Caique, apoia com entusiasmo a iniciativa, pelo potencial de desenvolvimento tecnológico da região e criação de empresas e empregos de alto valor agregado” – disse o representante do prefeito na reunião, secretário de Agricultura Tarcísio Barbosa de Souza. Líderes dos segmentos empresariais da mandioca, Ivo Pierin Junior, e da laranja, Gilberto Pratinha, também endossaram a iniciativa.

POLÍTICA DE ESTADO

Elaborada no contexto da nova política estadual de Parques Tecnológicos, lançada pelo governador Beto Richa em 2016 e coordenada pelas Secretarias da Ciência e Tecnologia e da Fazenda, a proposta prevê a implantação do Parque de Paranavaí em parte da área da Estação Experimental do IAPAR, na zona sul da cidade, conjugada com área que era da Codapar e foi adquirida pela empresa Podium Alimentos, a qual já conta com edifício de 4.000 metros quadrados.

O próximo passo do movimento será a realização de um seminário de convergência, no final de abril, reunindo todos os atores regionais que possam ter interesse e contribuições à iniciativa, para formalizar o compromisso de todos em torno da proposta e definir a governança do processo. Simultaneamente, o IAPAR, que tem assento no Conselho Estadual de Parques Tecnológicos (Cepartec), iniciará a tramitação da proposta junto a esse órgão, coordenado pelas secretarias estaduais da Fazenda e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, visando a captação de recursos para elaboração dos estudos e projetos necessários.

POTENCIALIDADE

Na apresentação da proposta do Parque Tecnológico de Paranavaí, o diretor de Inovação do IAPAR, Tadeu Felismino, citando experiências de sucesso como a de Pato Branco, no Sudoeste do Paraná, destacou as vocações da região Noroeste em mandiocultura, citricultura e pecuária de corte, enfatizando o papel das empresas desses segmentos na organização de “clusters” já reconhecidos em nível nacional e internacional. Destacou também a presença do Polo Regional de Pesquisa do IAPAR-Noroeste como principal ativo local de inovação, por sediar em Paranavaí mais de dez doutores, sendo quatro deles líderes de programas estaduais de pesquisa do Instituto, como o de Fruticultura (Dr. Pedro Auler), Raizes e Tubérculos (Dr. Mario Takahashi), Leite e Corte (Dra. Kátia Gobbi) e Energias Renováveis (Dr. Mateus Azevedo).

“O Parque Tecnológico é um projeto imobiliário e urbanístico de alto nível, mas acima de tudo é um habitat de inovação onde se reúnem universidades, empresas de tecnologia, centros de pesquisa e diversos outros serviços e facilidades, que aceleram o desenvolvimento tecnológico, a geração e atração de empresas, com excelentes impactos no desenvolvimento econômico, social e ambiental de toda a região” – disse Felismino.

Participaram da reunião inaugural do movimento pró Parque Tecnológico de Agroinovação de Paranavaí, na tarde desta sexta (10) no Sindicato Rural, as seguintes empresas e instituições:

Empresas: Prat’s (Gilberto Pratinha), Agropecuária Lorenzetti (Luiz Paulo Lorenzetti), Amidos Bankhardt (Célio Bankhardt da Silva);

Entidades: Sindicato Rural (Ivo Pierin Junior, Podium Alimentos), Codep – Conselho de Desenvolvimento de Paranavaí (Arnaldo Giovani Rech, Sanepar), Senar (Salvador Stefano), Sociedade Rural de Paranavaí (Demerval Silvestre), Centro Tecnológico da Mandioca – CETEM (Claodemir Grolli);

IAPAR: Diretores Tiago Pellini (Pesquisa), Tadeu Felismino (Inovação) e Anderson de Toledo (Adjunto de Pesquisa), pesquisadores José Abrahão (coordenador do Polo Regional Noroeste, sediado em Paranavaí), Mário Takahashi (líder do Programa de Raizes e Tubérculos), Pedro Auler (líder do Programa de Fruticultura), Mateus Azevedo (líder do Programa de Energias Renováveis) e Alípio Menezes (Área de Transferência de Tecnologia);

Instituições de ensino superior: IFPR (Suellen Klososki), Unespar (Elias de Souza Junior, diretor do campus de Paranavaí);

Instituições municipais: Prefeitura de Paranavaí - Secretário de Agricultura Tarcisio Barbosa de Souza, Secretário de Desenvolvimento Econômico Carlos Emanuel Rodrigues e Cláudia Mendonça (Seagri e Fatescie); Câmara Municipal (Airton de Melo Gonçalves, Diretor);

Sistema SEAB: Gabriel Back (coordenador regional), Carlos Eduardo Fontes (Emater), Carlos Costa (Adapar) e Paulo Sérgio Bulgueroll (Adapar e Associação dos Engenheiros Agrônomos);


DIT
Diretoria de Inovação e Transferência de Tecnologia
dit@iapar.br
43 3376-2322
Rodovia Celso Garcia Cid, km, 375 | CEP 86047-320 | Londrina - PR - Brasil | 43 3376-2000 | Fax: 43 3376-2101 | www.iapar.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.