TECNOLOGIA

15/08/2013

Pesquisa do Iapar aponta excelência do mel de Ortigueira

Estudo melEstudo conduzido pela pesquisadora Maria Brígida Scholz, do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), comprova a alta qualidade do mel produzido na região de Ortigueira, no centro do estado.

O projeto está em fase de conclusão. Dentre os atributos físicos, químicos e sensoriais avaliados, Brígida destaca a coloração clara e o sabor suave do mel produzido em Ortigueira, características asseguradas principalmente pela origem do produto – flores de capixingui (árvore nativa) e assa-peixe (arbusto nativo), plantas comuns nas pastagens apícolas da região.

TRABALHO - A pesquisa do Iapar integra uma ação maior, denominada “Mel do Município de Ortigueira”, executada em parceria entre Sebrae, Senar, Emater-PR, Prefeitura de Ortigueira e Associação dos Apicultores. O objetivo é agregar valor ao produto e transformar a região em referência nacional na produção e comercialização de mel de qualidade, e já resultou na obtenção do selo de denominação de origem, outorgado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), uma certificação que atesta o alto padrão do produto.

Segundo o consultor do Sebrae, Fabrício Pires Bianchi, o projeto atende diretamente 45 apicultores do município. Indiretamente, o número de beneficiados é maior, porque inclui produtores envolvidos em outras ações, como os eventos técnicos, por exemplo. “Realizamos eventos como ‘clínicas tecnológicas’ e outras iniciativas no decorrer do ano, que atendem a mais de 250 pessoas”, informa Bianchi.

Bianchi lembra que o município tem uma história de “apicultura notável”, com pastos apícolas diferenciados e, inclusive, condição de produzir mel monofloral, uma particularidade que poucas regiões brasileiras têm.

Ortigueira é o maior produtor de mel do Paraná e o segundo do Brasil, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Até 2009, o município não figurava nem entre os vinte maiores do Brasil e não liderava no Paraná. Hoje, além da rápida ascensão no ranking, já conta com a aprovação prévia do Sistema de Inspeção Federal (SIF), órgão de fiscalização do Ministério da Agricultura, para instalar uma unidade coletiva para beneficiamento de mel dos produtores.


Assessoria de Imprensa do Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR)
Jornalista Oswaldo Petrin (MTb 9329-SP)
Tel: 43 3376-2465 / Correio eletrônico: imprensa@iapar.br
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.