Locais 
  Equipe Técnica

Apresentação

        As informações sobre riscos climáticos e época de semeadura das culturas são apresentadas por meio de gráficos para diversos locais dos estado.
          Excesso de chuvas - É calculado para períodos de 5 dias durante todo o ano. Representa a probabilidade de chover mais que 50 mm em 5 dias, sendo pelo menos 3 dias com chuva. É desejável que o período de colheita coincida com menor risco de excesso de chuvas.
      Geada - As geadas são estimadas com base  nas temperaturas  mínimas  registradas  no interior dos abrigos meteorológicos das estações. Em geral temperaturas mínimas abaixo de 3oC já estão associadas com a ocorrência de geadas. São oferecidas quatro opções de temperaturas mínimas: Inferior a 3oC (geada fraca), Inferior a 2oC (geada fraca a moderada), Inferior a 1oC (geada moderada a severa), Inferior a 0oC (geada severa).
      Temperatura máxima – Temperaturas muito elevadas podem ser prejudiciais a algumas culturas em determinadas fases de desenvolvimento. São apresentadas probabilidades de ocorrerem temperaturas acima de 30oC, 31oC, 32oC, 33oC, 34oC e 35oC.
     Temperatura mínima – A ocorrência de temperaturas baixas, embora acima do ponto de congelamento, pode ser prejudicial a espécies mais sensíveis como algodão e feijão. Conhecendo a tolerância da espécie pode-se escolher melhor o período de cultivo para fugir do maior risco. São apresentadas as probabilidades de ocorrerem temperaturas mínimas abaixo de valores entre 15 oC e 5 oC.
       Veranico – O conhecimento dos períodos com maior ou menor ocorrência de períodos secos durante o ano é importante para fugir do maior risco nos períodos em que as culturas necessitam de maior umidade no solo. São apresentadas as probabilidades de ocorrerem períodos de 10, 15, 20, 25 e 30 dias consecutivos sem chuvas.
       Época de semeadura – Nesta etapa estão disponíveis as épocas de semeadura para o trigo. O sistema desenvolvido combina os fatores de risco e busca o período do ano onde os riscos são os menores possíveis, indicando uma janela de um mês para semeadura. Assume-se que a umidade inicial é adequada, ou seja, o produtor deve aguardar um período de chuvas que reponha a deficiência hídrica do solo para fazer a semeadura dentro deste período.
Recomendar esta página via e-mail: