Precipitação  Temperatura  Evapotranspiração  Classificação
Climática
 Umidade
Relativa
Rosa dos
 Ventos

Bibliografia


APRESENTAÇÃO

CAVIGLIONE, João Henrique ; KIIHL, Laura Regina Bernardes ; CARAMORI, Paulo Henrique ; OLIVEIRA, Dalziza.   Cartas climáticas do Paraná.  Londrina : IAPAR, 2000. CD


As CARTAS CLIMÁTICAS DO ESTADO DO PARANÁ, edição 2000, foram baseadas no acervo das informações disponíveis, coletadas e gerenciadas por diversas Instituições. Estas foram analisadas e mapeadas com os melhores recursos atualmente disponíveis para processamento e análise de dados, bem como para a espacialização dos resultados.

As bases de dados utilizadas na confecção desse trabalho foram as que se seguem.

As informações de Temperatura, Evapotranspiração, Umidade Relativa, Geadas e Classificação Climática - Foram obtidas da rede de estações meteorológicas do IAPAR, composta de 33 estações agrometeorológicas.
A Precipitação foi extraída das séries contínuas de dados diários de um período homogêneo compreendido entre 1972 e 1998, de 144 postos pluviométricos do Paraná, pertencentes ao IAPAR (Instituto Agronômico do Paraná), SUDERHSA (Superintendência de Recursos Hídricos e Meio Ambiente) e DNAEE ( Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica), organizados por BERNARDES (1997,1998). A estes, foram acrescidos os dados de 125 postos próximos à divisa do Estado de São Paulo, gerenciadas pelo DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica) e de 16 postos limítrofes ao Estado de Santa Catarina, gerenciados pelo CLIMERH ( Centro Integrado de Meteorologia e Recursos Hídricos ). Os dados dos estados limítrofes foram utilizadas com o intuito de assegurar a continuidade das informações entre os três estados.

A divisão administrativa foi cedida pela Secretaria Especial do Meio Ambiente do Estado do Paraná - SEMA, na escala original de 1:50.000.

O Modelo de elevação do terreno utilizado, foi gerado pelo US Geological Survey e disponibilizado para o público através da Internet. Por possuir resolução de arcos de 30 segundos (coordenadas geográficas) permite uma caracterização do relevo no Estado do Paraná a cada 860 metros.

Para a interação destas bases e a geração das cartas climáticas foram utilizadas técnicas de geoprocessamento por meio do Software de Sistema de Informação Geográfica, SPRING, desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE. A organização e apresentação das informações são baseadas na linguagem HTML (Hyper Text Macro Language - utilizadas em home pages na internet).



Equipe Técnica

. João Henrique Caviglione
. Paulo Henrique Caramori
. Laura Regina Bernardes Kiihl
. Dalziza de Oliveira
. Jonas Galdino
. Luciano Pugsley
. Edmirson Borrozzino
Recomendar esta página via e-mail: