Produção

Líder do Programa: Rafael Fuentes Llanillo


O Que Faz

O Programa Sistemas de Produção – PSP – tem como papel, na estrutura programática do IAPAR, agir como elo entre os demais programas de pesquisa e os vários setores da agricultura paranaense, especialmente os agricultores familiares.
Atuando no meio real (os estabelecimentos rurais), levanta demandas em Pesquisa e Desenvolvimento e faz a validação de tecnologias e sistemas de produção. Dessa forma, contribui para afinar a sintonia entre a ação do IAPAR e o meio rural.
Em ação integrada com outros agentes – agricultores, Emater, Prefeituras, ONG's , o PSP vem fornecendo orientação metodológica para o conhecimento da realidade e para a definição de estratégias visando a superação de restrições e o aproveitamento de oportunidades de desenvolvimento.
A ferramenta básica de trabalho do Programa é o enfoque sistêmico, que tem como principais características:

* Priorizar a visão "holística" (sistêmica) em vez da "reducionista" (analítica);
* Orientação à solução de problemas levando em conta as circunstâncias dos agricultores;
* Atuação interdisciplinar, isto é, a participação de técnicos de várias áreas do conhecimento;
* Estímulo à participação efetiva dos agricultores em todas as etapas do trabalho, procurando aproximar o saber popular e o conhecimento científico.

O PSP também desenvolve estudos sobre o espaço rural paranaense para subsidiar as ações do IAPAR e de outras instituições ligadas ao setor.
Os Objetivos

* Conhecer as características, limitações e oportunidades dos principais sistemas de produção paranaenses;
* Levantar demandas de pesquisa;
* Realizar testes, ajustes e validação de tecnologias e sistemas de produção;
* Fornecer informações para subsidiar a formulação de políticas públicas; e
* Aperfeiçoar metodologias de trabalho com enfoque sistêmico

Resultados

Criado em 1982, o PSP é um dos pioneiros no exercício do enfoque sistêmico no país, tendo realizado desde então, vários trabalhos visando a promoção da agricultura familiar paranaense.
Depois de intenso trabalho de desenvolvimento metodológico, o PSP consolidou no Projeto “Redes de Referências para a Agricultura Familiar” – atividade desenvolvida em conjunto com a EMATER-PR e outras instituições –, um dispositivo que encerra todos os componentes característicos da pesquisa em sistemas de produção.
As Redes têm propiciado a indicação de estratégias para o desenvolvimento dos principais sistemas de produção das regiões Sudoeste, Oeste , Noroeste e Norte do Estado, a partir de um melhor conhecimento de suas limitações e potencialidades.
Também estão sendo gerados indicadores técnicos e econômicos em redes de propriedades de referência na produção agroecológica no Centro-Sul, Oeste e Norte do Paraná.
Estudos sobre tipificação dos agricultores, caracterização regional, o “Novo Rural”, mapeamento da pobreza, mercado de produtos específicos, terceirização de serviços no meio rural, territorialização, entre outros desenvolvidos pelo PSP, têm contribuído para o melhor conhecimento da realidade rural paranaense e subsidiado a formulação de políticas públicas.

Projetos em Andamento

Os projetos em andamento tratam dos seguintes temas: 1- Redes de referências para os principais sistemas de produção do Sudoeste, Oeste, Noroeste e Norte paranaenses (parceria com Projeto Paraná 12 Meses) e para sistemas orgânicos/agroecológicos (parceria com CNPq e Projeto Paraná 12 Meses); 2 - Desenvolvimento de atividades alternativas (fruticultura, palmeiras, sistemas agroflorestais, produção de leite a pasto, agricultura orgânica) para a região Oeste (parceria com a Itaipu Binacional, EMATER-PR, Associação dos Municípios Lindeiros ao lago de Itaipu, Prefeituras, SEBRAE, Unioeste, Instituto Maytenus, Fundação Mokiti Okada); 3 - Indicadores para o planejamento pecuário no Estado; e 4 - Identificação de gargalos tecnológicos para a agricultura familiar.
Recomendar esta página via e-mail: