Fruticultura

 Líder do Programa: Pedro Antonio Martins Auler

O Que Faz

O Programa Fruticultura do IAPAR tem como obetivos:
* Atualizar-se constantemente quanto aos problemas na produção de frutas através do acompanhamento sistemático dos sistemas de produção predominantes no estado.
* Desenvolver tecnologia para melhorar a produtividade e qualidade dos produtos frutícolas.
* Realizar o zoneamento agroclimático da fruticultura.
* Buscar conhecimentos básicos orientados para substituição de técnicas de produção de alto custo e comprometedoras com o ambiente e com a saúde humana.
* Promover o intercâmbio técnico-científico com outras instituições visando a troca de informações e materiais de pesquisa.
* Buscar a integração com outros programas visando a validação de sistemas de exploração agrícola rentáveis e equilibrados.

Principais Resultados

Citricultura


Com experiência de mais de 20 anos de pesquisa, o Programa Fruticultura do IAPAR tem tido uma participação decisiva no desenvolvimento da citricultura no Paraná, estabelecendo as normas técnicas para a cultura e disponibilizando material propagativo de cultivares de citros selecionadas e recomendadas para as condições edafoclimáticas do estado. As recomendações para a citricultura visam atender tanto a produção citrícola para o mercado de frutas frescas como também para a industrialização. Os estudos desenvolvidos pelo Programa Fruticultura do IAPAR têm sido a base para a implantação e condução de pomares de laranjas no Norte e Noroeste do estado, estabelecendo a citricultura no Paraná, que hoje já passou a ser exportador de frutas in natura e de suco de laranja.

Atualmente o Programa Fruticultura do IAPAR tem o terceiro maior banco de germoplasma de citros do Brasil.

A publicação "Novas Cultivares de Citros para o Paraná" foi lançada em maio de 2002. As novas cultivares de citros recomendadas para o Paraná são fruto dos trabalhos de pesquisa, nos quais centenas de introduções de citros foram avaliadas durante vários anos. Nesse trabalho, foram avaliadas várias características agronômicas e somente aquelas introduções que apresentaram características desejáveis e com alto potencial comercial foram recomendadas para plantio comercial. Entre essas introduções selecionadas, estão cinco cultivares de laranjas (‘Cadenera’, ‘Jaffa’, ‘Navelina’, ‘Salustiana’ e ‘Shamouti’) e uma cultivar de tangerina (satsuma ‘Okitsu’). Esses cultivares são novas opções para os citricultores. Outro resultado procedente desses estudos é a seleção de laranja ‘IAPAR 73’ lançada pelo IAPAR.

Em função das limitações do limão ‘Cravo’ como porta-enxerto para lima ácida ‘Tahiti’ e tangerina ‘Ponkan’, foram avaliados outros porta-enxertos para utilização dessas duas cultivares de citros no Paraná. Após 12 anos de avaliações de sete porta-enxertos, o citrange ‘C-13’ apresentou-se como a melhor alternativa para o limão ‘Cravo’ como porta-enxerto tanto para a lima ácida ‘Tahiti’ como para a tangerina ‘Ponkan’ no Norte e Noroeste do Paraná. Outro estudo realizado pelo Programa Fruticultura foi a avaliação de porta-enxertos alternativos ao limão ‘Cravo’ para laranja ‘Folha Murcha’, no qual a tangerina ‘Cleópatra’ mostrou ser uma boa opção de diversificação para o Noroeste do estado. Essas alternativas de porta-enxertos para as cultivares de citros são de fundamental importância para o desenvolvimento da citricultura paranaense.

Zoneamento da Fruticultura para o Estado do Paraná

Consolidando as recomendações para a fruticultura, o zoneamento da fruticultura envolve espécies tropicais (abacaxi, acerola, banana, coco, goiaba, mamão, manga, maracujá), subtropicais (citros, abacate e atemoia) e temperadas (maçã, uva, ameixa, pêssego, pêra, nectarina, morango, kiwi, caqui e figo). Os resultados foram repassados ao Ministério da Agricultura e do Abastecimento, para normatização da concessão de crédito oficial vinculado às zonas aptas para cada espécie frutícola. Desta maneira, os agricultores têm segurança de otimizar o seu cultivo e a sociedade tem garantia de que o recurso público está sendo empregado de forma adequada. As informações sobre o zoneamento da fruticultura foram publicadas em 2003 e fazem parte da publicação Zoneamento Agrícola do Estado do Paraná.

Fruticultura de Clima Temperado

Foram lançadas diversas cultivares de frutíferas temperadas pelo IAPAR: Pêssego (IAPAR 48 – Ouro); Ameixa (IAPAR 49 – Irati); Nectarina (IAPAR 55 – BR Bruna); Maçã (IAPAR 75 - Eva), (IAPAR 76 – Anabela), (IAPAR 77 - Carícia).

O IAPAR possui um dos maiores bancos de germoplasma de frutíferas de clima temperado e subtropical do Brasil.

Fruticultura de Clima Tropical e Subtropical

Principais frutíferas de clima tropical e subtropical que têm sido objeto de estudo pelo Programa Fruticultura do IAPAR são: Acerola, Abacate, Abacaxi, Manga, Goiaba e Maracujá.
Recomendar esta página via e-mail: