Culturas

 
Líder do Programa: Mário Takahashi

O Que Faz


O Programa de Culturas Diversas aglutina pesquisas em culturas de menor expressão econômica, ou com menor área de cultivo, sobre espécies promissoras como alternativas para a diversificação de agroecossistemas: amoreira, batata, canola, mandioca, rami, espécies medicinais, adubos verdes e outras espécies potenciais para alimentação humana, animal e como fontes de matéria prima para agroindústrias.

Resultados

- Definida a composição mineral e recomendação de adubação para a amoreira. O IAPAR teve recomendados 6 novos genótipos de amoreira, resultado dos testes de comportamento das variedades de amoreira.
- Levantamento sobre mercado de palmito de pupunha, divulgação em reuniões regionais, e elaboração do zoneamento da pupunha.
Elaboração do zoneamento da mandioca.

Projetos em Andamento

* Controle integrado de pragas em agroecossistemas.
* Desenvolvimento e adaptação de tecnologias para incremento da produtividade e da qualidade na sericicultura paranaense.
* Introdução e avaliação de clones e cultivares de mandioca no Estado do Paraná.
* Palmeiras para a produção de palmito, fibra e óleo. Introdução e avaliação de desempenho nas regiões tropicais do Paraná.
* Multiplicação das espécies promissoras de adubos verdes.
* Coleção de olerícolas potenciais.
* Coleção de plantas medicinais.
* Manutenção de banco de germoplasma de rami.
* Seleção de clones de batata para produção sustentada.
* Ampliação da base genética e melhoria do manejo da cultura da mandioca no Estado do Paraná.
* Avaliação e desenvolvimento de tecnologias e sistemas de cultivo para viabilização da produção de palmito de pupunha (Bactris gasipaes) e palmeira-real-da-austrália (Archontophoenix alexandrae) para diversificação de sistemas de produção familiares do Paraná.
* Zoneamento edafoclimático de regiões apropriadas à cultura da pupunha, diagnóstico de sistemas de produção e mercado.
* Agricultura Sustentável - Projeto de tese focalizando o processo de conversão da agricultura convencional em agricultura orgânica.
* Validação de tecnologias para diferentes condições agro-ecológicas das regiões sericícolas, para proporcionar sustentabilidade da sericicultura em sistemas de agricultura familiar no Paraná.
* Efeito de Novas Cultivares de Amoreira na Produção e na Qualidade do Casulo e Fio da Seda, ea a Caracterização do Murchamento das Folhas após a Colheita.
* Emprego da isoterapia no controle da pinta preta do tomateiro.
* Melhoria da produção de mandioca através da introdução de cultivares e de novos processos culturais nas regiões Noroeste e Oeste do Paraná.
* Manutenção e ampliação da coleção de plantas medicinais, aromáticas e condimentares do Pólo Regional de Pesquisa de Curitiba.
* Avaliação do desempenho técnico-econômico da atividade sericícola, provocada pela adubação do amoreiral, a partir da instalação de Unidades de Teste e Validação.
* Desenvolvimento e Adaptação de Equipamento para Poda/Colheita de Amoreira para Sistemas de Agricultura Familiar no Paraná.
* Monitoramento da base tecnológica utilizada no cultivo orgânico de feijão, arroz, milho, soja, trigo, café, cana-de-açúcar e mandioca no Estado do Paraná.
* Desenvolvimento e validação de produção de biocombustíveis para uso na agricultura do estado do Paraná.
* Avaliação dos aspectos agronômicos e econômicos da inserção da cultura do girassol em sistemas de agricultura familiar do Centro-Sul do Paraná.


Recomendar esta página via e-mail: