cereais

  Líder do Programa: Deoclécio Domingos Garbuglio

O Que Faz

O Programa Cereais de Inverno tem como objetivo desenvolver e difundir tecnologias e sistemas de produção que permitam otimizar a produtividade e a qualidade do produto, reduzir os custos de produção, sem descuidar do equilíbrio ambiental. Busca também obter novas cultivares que apresentem características superiores de produtividade, qualidade tecnológica, tolerância a fatores ambientais e biológicos, adaptabilidade e estabilidade de produção.


Resultados

Geração de conhecimentos científicos e tecnológicos relacionados ao desenvolvimento de cultivares, manejo integrado de pragas e doenças, estudo da fertilidade do solo e efeito de fatores abióticos sobre as culturas de trigo, triticale e aveia branca. Esses resultados são divulgados à comunidade por meio de artigos em periódicos nacionais e internacionais, simpósios, congressos, seminários, palestras e dias de campo.
O Programa desenvolveu 33 cultivares de trigo, cinco de triticale, duas de cevada forrageira, uma de trigo durum e uma de centeio. Dessas, são atualmente indicadas para cultivo no Paraná:

Trigo: IPR 85, IPR 128, IPR 130, IPR136, IPR 144 e IPR Catuara TM.

Trigo durum: IPR 90.

Triticale: IAPAR 23-Arapoti e IPR 111.

Cevada forrageira: IPR 93.

Centeio: IPR 89.


Projetos em Andamento

  • Avaliação de cultivares de trigo para regiões tropicais e subtropicais do Paraná e Centro-Sul do Brasil.
  • Obtenção de cultivares de triticale adaptados às condições de solo e clima do Paraná.
  • Caracterização, conservação e pré-melhoramento do banco ativo de germoplasma de trigo do IAPAR.
  • Identificação de fontes de resistência à brusone e giberela em genótipos de trigo.
  • Melhoramento Genético de Trigo para Produtividade, Qualidade Tecnológica e Sanidade.
  • Obtenção de cultivares de aveia branca granífera adaptadas às condições edafoclimáticas do Paraná.
  • Multiplicação, manutenção e preservação de sementes genéticas de cereais de inverno.

Recomendar esta página via e-mail: