Genética

 

 Área

O melhoramento vegetal é uma das mais importantes áreas da pesquisa agronômica, e utiliza, num trabalho multidiciplinar, conhecimentos da genética, biotecnologia, bioquímica, estatística, fisiologia, botânica, fitopatologia, entomologia e nematologia, entre outras, para manipular e modificar a base genética das plantas.

Para o desenvolvimento de novas cultivares, a Área Técnica de Melhoramento Genético - AMG vale-se das técnicas de prospecção, introdução, avaliação, seleção e multiplicação de materiais, além do intercâmbio de germoplasma e da biotecnologia aplicada à agricultura.




 Metas

A AMG é um instrumento de desenvolvimento da agricultura, gerando cultivares com resistência aos estresses bióticos e abióticos, com maior produtividade e melhor adaptação aos diferentes ambientes de cultivo possibilitando a menor sazonalidade da oferta de produtos ao mercado. A resistência genética às doenças e pragas permite o menor uso de produtos químicos na lavoura, contribuindo para o desenvolvimento de uma agricultura mais sustentável. Além disso, a AMG busca cultivares com maior conteúdo de proteína visando ofertar à sociedade produtos de melhor qualidade nutricional.


 PRINCIPAIS LINHAS DE PESQUISA


    A AMG utiliza conhecimentos da genética vegetal, biometria, genética de populações e genética quantitativa para, através de métodos convencionais e não convencionais, desenvolver cultivares geneticamente melhoradas e conservar o germoplasma nas seguintes culturas:

            • algodão
            • arroz
            • café
            • cereais de inverno
                    aveia
                    cevada
                    centeio trigo
                    triticale
            • feijão
            • fruteiras de clima temperado
            • mandioca
            • milho
            • sorgo

    Atua na avaliação e melhoramento de espécies voltadas para a produção de óleos vegetais para consumo humano ou produção de biodiesel como nabo forrageiro, amendoim, mamona e girassol.

    Desenvolve pesquisas fundamentais, aplicadas ao melhoramento genético como metodologias de seleção e uso de marcadores moleculares associados a caracteres agronomicamente importantes.

    Realiza a introdução, caracterização, avaliação e conservação de recursos genéticos vegetais

    Responsabiliza-se pela determinação de riscos e do impacto no meio ambiente advindos da liberação de organismos geneticamente modificados.

 OUTRAS ATIVIDADES


    A AMG tem uma participação importante na formação de profissionais recebendo estagiários de graduação voluntários ou bolsistas do CNPQ e Fundação Araucária, além de alunos que desenvolvem trabalhos de Mestrado e Doutorado.


Coordenador
Wilmar Ferreira Lima [Doutor] [Curriculo Lattes]
Equipe
Antonio Carlos Gerage [Mestre]
Carlos Roberto Riede [Doutor] [Pesquisador Voluntário] [Curriculo Lattes]
Clandio Medeiros da Silva [Doutor] [Curriculo Lattes]
Deoclécio Domingues Garbúglio [Doutor] [Curriculo Lattes]
Douglas Silva Domingues [Doutor] [Curriculo Lattes]
Eduardo Fermino Carlos [Doutor] [Curriculo Lattes]
Gustavo Hiroshi Sera [Doutor] Curriculum Lattes
Josiane Cristina de Assis [Doutora] [Curriculo Lattes]
Juarez Pires Tomaz [Doutor] [Curriculo Lattes]
Juliana Sawada Buratto [Doutora] [Curriculo Lattes]
Klever Marcio Antunes Arruda [Doutor] [Curriculo Lattes]
Luiz Alberto C. Campos [Doutor] [Pesquisador Voluntário]
Nelson da Silva F. Júnior [Doutor] [Curriculo Lattes]
Pedro Mário de Araújo [Doutor] [Curriculo Lattes]
Tumoru Sera [Doutor] [Curriculo Lattes]
Vanessa Maria Pereira e Silva [Doutora] [Curriculo Lattes]
Vânia Moda Cirino [Pós-Doutorado] [Curriculo Lattes]
Wilmar Ferreira Lima [Doutor] [Curriculo Lattes]
Wilson Paes de Almeida [Mestre]
Colaboradores
Luiz Filipe P. Pereira [Doutor] [Curriculo Lattes]


 ESTRUTURA FÍSICA



  Recepção da área
   Telefone : (43) 3376 2326 - Londrina


  Laboratório de Biotecnologia Vegetal
    Resp. Tec. Douglas Silva Domingues
    Telefone : (43) 3376 2160 - Londrina


Recomendar esta página via e-mail: