Energias Renováveis

 Líder do Programa: Mateus Carvalho Basílio de Azevedo

Histórico

Em 2004 o IAPAR começou suas pesquisas girassolcom biodiesel, em função da conjuntura que se estabeleceu, sendo que as atividades iniciais foram alocadas no Programa Culturas Diversas. Em 2008 foi estruturado um programa próprio. As ações do IAPAR em agroenergia realizadas até o presente estão em consonância com as primícias do Programa Paranaense de Bioenergia e, também, com o Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel.
O PAN tem projetos sobretudo com relação às fontes de matéria prima para biodiesel, principalmente espécies oleaginosas e, mais recentemente, com microalgas, em parceria com a COPEL.


Missão

Prover soluções tecnológicas sustentáveis para a produção e o aproveitamento de energia renovável.


Objetivos Estratégicos

1. Identificar as oportunidades e restrições das diversas possibilidades regionais de geração de energia renovável.

2. Gerar, desenvolver e adaptar tecnologias para ampliação da oferta, diversificação da matriz e utilização de energia renovável.

3. Difundir tecnologia e informações.

 
O que Faz


Desde 2008, desenvolve trabalhos em várias regiões do estado do Paraná. Os projetos do PAN já executados são de: estruturação da pesquisa agrícola em agroenergia; caracterização ecofisiológica para o zoneamento climático de plantas oleaginosas de ciclo curto; desenvolvimento fitotécnico da mamona; simulação de impactos das mudanças climáticas sobre a agropecuária, floresta e energia; viabilização de matérias primas vegetais para produção e uso de biodiesel; desenvolvimento de tecnologias de produção de microalgas para produção e uso de biodiesel e co-produtos; e de caracterização e diagnóstico da cadeia produtiva de Agroenergia no Paraná.

Atualmente, trabalha na elaboração e execução de projetos de: oleaginosas de inverno, como camelina, cártamo, canola; projeto de palmáceas para obtenção de óleo vegetal; biogás, sendo o IAPAR signatário do Centro Internacional de Energias Renováveis (CIER) – Biogás; rotação de culturas envolvendo oleaginosas; coleções de tungue e pinhão manso e o projeto com microalgas em parceria com a COPEL.

Para o desenvolvimento dessas atividades, o Programa integra pesquisadores de várias áreas técnicas: Fitotecnia, Solos, Proteção de Plantas, Ecofisiologia, Melhoramento Vegetal, Engenharia Agrícola, além de técnicos agrícolas, bolsistas, estagiários e parceiros externos, como a COPEL, por exemplo.

Participação no Programa Associado em Rede de Pós-Graduação em Bioenergia PPGB

O IAPAR é uma das instituições que compõem este programa, tendo a participação efetiva de pesquisadores que atuam no PAN com atividades de orientação de dissertações, co-orientações, ministrando palestras e cooperações inter-institucionais.



Recomendar esta página via e-mail: