Agroecologia



                               Líder do Programa: Catia C. Rommel


 O Que Faz

agroecologia O Programa de Pesquisa em Agroecologia do IAPAR (PAG) foi criado em 2004 com a finalidade de congregar e coordenar ações de pesquisa, visando promover sistemas sustentáveis de produção agroecológica, incluindo a orgânica. O PAG busca oferecer resultados que favoreçam simultaneamente ao agricultor, ao consumidor e ao meio ambiente, considerando aspectos técnicos, socioeconômicos, ecológicos, éticos e legais.

uvas
O PAG assume a Agroecologia como uma ciência de caráter multidisciplinar com enfoque sistêmico, que apresenta princípios e metodologias para apoiar o processo de transição interna e externa, e estudar, planejar, implantar, manejar e avaliar agroecossistemas para que venham a ter maior sustentabilidade.

Com base nos princípios da Agroecologia o PAG:

  •  adota o método científico;
  •  prioriza projetos multidisciplinares com enfoque sistêmico e com a participação ativa dos agricultores, tanto no diagnóstico dos problemas quanto na formulação de soluções;
  •  abrange na pesquisa os estilos de agricultura tradicional (indígenas, quilombolas, ribeirinhas, camponesa), orgânica, natural, biodinâmica, biológica e permacultura;
  •  prioriza a pesquisa para o meio rural, em sistemas em transição e agroecológicos;
  •  atua em ações de difusão também para o público convencional;
  •  apoia processos de transição externa;
  •  aceita nos experimentos o uso de agrotóxicos e adubos sintéticos apenas como testemunhas ou referências na transição.


Missão do PAGagrojuntas

Prover soluções de caráter agroecológico para o meio rural.


Objetivos Estratégicos

  • Prover conceitos e difundir princípios e práticas agroecológicas para diferentes públicos;
  • Incrementar a pesquisa, considerando as interações de caráter agroecológico e as diversas formas de conhecimento;
  • promover estudos e contribuir para a formulação de políticas públicas que favoreçam a Agroecologia e a agricultura orgânica;
  • Estudar e propor ações que promovam o bem viver do agricultor;
  • protagonizar a formação de redes de pesquisa em Agroecologia, incluindo agricultores, cooperativas, universidades e faculdades públicas e particulares, institutos e empresas de pesquisa e de assistência técnica e extensão rural, colégios agrícolas, ONG´s.

Ações Prioritárias 

gado2
  • Gerar, adaptar e incorporar metodologias adequadas à pesquisa agroecológica.
  • Sistematizar, avaliar e validar experiências em Agroecologia.
  • Desenvolver estudos com metodologias participativas sistêmicas, multidisciplinar e transdisciplinar.
  • Identificar necessidades, entraves e potencialidades da Agroecologia.
  • Pesquisar alternativas que reduzam a penosidade do trabalho e melhorem a qualidade de vida do agricultor.
  • Protagonizar a implantação da rede de pesquisa em Agroecologia no estado do Paraná.
  • Desenvolver projetos de pesquisa interinstitucionais.
  • Capacitar técnicos, lideranças e outros agentes multiplicadores.
  • Desenvolver ações dirigidas para a difusão e transferência das práticas agroecológicas para a agricultura convencional.

Princípios Agroecológicos adotados pelo PAG 

estufa
  • Ter a natureza como referência.
  • Reduzir as perdas no sistema.
  • Buscar maior sustentabilidade
  • Minimizar a entrada de recursos externos (nutrientes, energia, sementes), porém sem comprometer a capacidade produtiva do agroecossistema.
  • Otimizar as interações entre os componentes dos sistemas.
  • Reciclar nutrientes e energia.
  • Favorecer a biodiversidade no tempo e no espaço.
  • Priorizar espécies, variedades e raças nativas e adaptadas regionalmente.
  • Considerar os conhecimentos e os valores dos agricultores.
  • Buscar relações socioeconômicas que promovam o desenvolvimento das pessoas e do território.
  • Desenvolver sistemas agrossilvipastoris com baixo impacto ambiental.
  • Considerar a multifuncionalidade do meio rural.
  • Não utilizar agrotóxicos, adubos sintéticos nem organismos geneticamente modificados.
  • Desenvolver tecnologias que favoreçam a autonomia do agricultor.

Projetos e Atividades de Pesquisa do PAG

Título
Região Responsável
Controle da requeima da batata com óleos essenciais Curitiba NILCEU R.X. NAZARENO
Desenvolvimento de Matéria Vegetal Homeopática e avaliação de bioterápico para controle de doenças de plantas.
  • Elaboração da Matéria Médica Homeopática das Plantas
  • Desenvolvimento e avaliação de bioterápicos para controle de doenças de plantas
Londrina SOLANGE M.T.P.G. CARNEIRO
Desenvolvimento de tecnologias com bases agroecológicas para sistemas familiares de produção: manejo de plantas infestantes e manejo do solo.
  • Alteração quantitativa e qualitativa do complexo florístico de plantas infestantes por meio de métodos culturais
  • Estudos de espécies formadoras de biomassa para inserção em sistemas de rotação
  • Validação de sistemas de plantio direto sem o uso de herbicidas
  • Controle de plantas daninhas pela aplicação de ingredientes fitotóxicos naturais (IFN)
  • Estudo de otimização de nutrientes de plantas (P, K, S) no crescimento, desenvolvimento e rendimento de soja
Centro Sul PR, Cascavel, S. Pedro do Ivaí FRANCISCO SKORA NETO
Diversidade de nematóides em áreas cultivada e de vegetação nativa na região extremo Oeste do Estado do Paraná. Cascavel ANDRESSA C.Z. MACHADO
Diversidade Química Orgânica e Inorgânica de Plantas de Cobertura Visando a Compostagem para Produção de Mudas e Adubação de Hortaliças em Sistema Agroecologico. Londrina PATRICIA H. SANTORO
Tratamento de sementes com pós de rocha e sub produtos do xisto. S. Mateus S, P Grossa, Londrina DIRK C. AHRENS
Vitrine Tecnológica Agroecológica Show Rural Coopavel Cascavel PATRICIA H. SANTORO
"CAMINHOS DA TRANSIÇÃO: unidade demonstrativa de práticas e processos agroecológicos". Ponta Grossa FLÁVIA COMIRAN
  


flor galinhas
tracao animal
ovos3

                                   Equipe


Pesquisadores


Andressa C. Z. Machado Dra., Área de Proteção de Plantas - Nematologia

Airton Dieguez Brisolla MSc., Área de Proteção de Plantas - Entomologia - Curitiba

Cátia C. Rommel
MSc., Área de Fitotecnia - Sistemas de Produção - Ponta Grossa

Dirk Claudio Ahrens
Dr., Área de Propagação Vegetal - Agricultura Familiar - Rede de propriedades
familiares agroecológicas - Ponta Grossa
Flávia Comiran
MSc., Área de Fitotecnia - Agroecologia - Ponta Grossa

Francisco Skora Neto
Dr., Área de Fitotecnia - Manejo Ecológico de Plantas Daninhas - Ponta Grossa

Luiz Antonio Odenath Penha Dr., Área de Fitotecnia - Agricultura Orgânica e Agroecologia - Londrina 

Luiz A. Zanão Jr.
Dr., Área de Solos - Fertilidade - Santa Tereza do Oeste

Luiz Coelho Junior
MSc., Área de Socio economia, Dr. em engenharia florestal - Santa Tereza do Oeste
Marizângela R. Ávila Dra., Área de Propagação Vegetal - Produção de Sementes - Santa Tereza do Oeste
Nilceu Ricetti Xavier de Nazareno Dr., Área de Proteção de Plantas - Curitiba
Patricia Helena Santoro Dra., Área de Fitotecnia - Agroecologia e Café - Londrina

Renato Yagi Dr., Área de Solos - Fertilidade - Ponta Grossa

Solange M. T. G. Carneiro Dra., Área de Proteção de Plantas - Manejo Ecológico de Doenças de Plantas - Londrina
Telma Passini Dra., Área de Fitotecnia - Manejo de Plantas Daninhas - Londrina


  Difusão de Tecnologia

Moacir R. Darolt Dr. Área de Difusão de Tecnologia – Curitiba

Maristela P. C. Zanão MSc. Fitotecnia, Área de Difusão de Tecnologia - Santa Tereza do Oeste

 
Agentes de Ciência &Tecnologia

Antônio Carlos Campos Técnico Agropecuário

Dácio Antônio Benassi MSc - Área de Solos - Física de Solos

Édson Márcio Siqueira Especialista Meio Ambiente e Planejamento Estratégico

Euclides D.B. Romano Especialista Gestão e Educação Ambiental

Ranieri Ramos Nogueira Especialista Gestão e Educação Ambiental

Roger Daniel S. Milléo Especialista Gestão e Educação Ambiental

Ronaldo Juliano Pavlak Técnico Agropecuário

   
Recomendar esta página via e-mail: