TECNOLOGIA

11/12/2017

Unicentro e Iapar pesquisam erosão em mandioca no arenito

Unicentro e Iapar(11/12/2017) Para desenvolver pesquisa sobre a erosão em solos cultivados com mandioca no Arenito Caiuá do Noroeste do Paraná, e assim propor técnicas de conservação de solo e água, professor Dr. Edivaldo Lopes Thomaz, do Departamento de Geografia, da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro), de Guarapuava, esteve em Paranavaí nesta semana (08).

Com a colaboração do pesquisador Dr. Jonez Fidalski e do assistente em C&T Paulo Henrique Almeida Parpinelli, Thomaz coletou amostras em três tipos de solo (Latossolo, Argissolo e Neossolo), na Estrada XIV da microbacia hidrográfica Araras, em Paranavaí, que vem sendo cultivados com mandioca desde 2016. As amostras serão analisadas no Laboratório de Erosão de Solos na Unicentro.

Fidalski explica que esta sequência de solo já havia sido caracterizada pelo IAPAR (http://www.iapar.br/arquivos/File/zip_pdf/aso/jonezfidalski/2500_1.pdf), e representa os três tipos de solos de maior ocorrência no Arenito Caiuá do Noroeste do Estado do Paraná. Segundo ele, essas avaliações de erosão em solos cultivados com mandioca no Arenito Caiuá do Noroeste do Estado do Paraná são muito importantes para se conhecer as possíveis diferenças entre os três tipos de solos que podem ocorrer em uma mesma propriedade agrícola.


TADEU FELISMINO
Diretor – Inovação e Transferência de Tecnologia
tadeufelismino@iapar.br
43 3376-2322 | 43 9993-9163

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.